Peeling Químico

O que é o peeling químico e de que forma funciona?

Peeling é o nome dado ao procedimento de descamação da pele. O termo deriva do verbo "to peel" em inglês que significa descascar, descamar. Quando o agente indutor desta esfoliação é químico, em geral ácidos, damos o nome de "peeling químico".
Os principais objetivos do peeling químico são eliminar as camadas danificadas da epiderme; renovar as células da epiderme; e provocar uma agressão à derme, consequentemente uma inflamação, com ativação de mediadores celulares que provocam estímulo à produção de novas fibras colágenas.
Os peelings químicos têm uma classificação embasada na profundidade da pele que podem atingir: superficial, com ação na epiderme; médio, na derme papilar; e profundo, na derme reticular.

Quais são as indicações do peeling químico?

• Suavizar cicatrizes leves, como as cicatrizes causadas pela acne;
• Suavizar manchas de sol, sardas e melasma;
• Amenizar rugas finas;
• Renovar a pele maltratada pelo sol;
• Amenizar o aspecto das estrias.

Como é feito o procedimento?

Primeiramente, o médico avalia a pele e o histórico clínico do paciente para saber qual tipo de ácido aplicará e se o peeling será superficial, médio ou profundo.
Após a limpeza do rosto, protege-se a região dos olhos e do cabelo e remove-se o excesso de óleo e resíduos. Em seguida, aplica-se uma ou mais soluções químicas nas áreas tratadas. Pode ocorrer ardor na hora da aplicação, que dura poucos minutos. A sessão dura cerca de 20 minutos. O paciente sai do consultório com o produto, que poderá ser removido com água e sabonete neutro após 6 horas.

O que esperar no pós procedimento?

A descamação costuma começar após 2 dias e se mantém por cerca de 3 dias. Alguns pacientes ficam com a pele avermelhada durante esse período. A descamação costuma ser fina e não atrapalha o dia a dia.

Quais os cuidados devem ser tomados com a pele no pós-peeling?

• Hidratar a pele durante 7 dias com hidratantes recomendados pelo médico, para ajudar na regeneração da pele;
• Lavar o rosto com sabonete neutro;
• Evitar exposição solar excessiva por 7 dias
• Aplicar filtro solar de amplo espectro.
Importante: O uso de ácidos só poderá ser retomado após sete dias, pois a pele estará sensibilizada.

Quantas sessões são necessárias?

Geralmente são necessárias de 3 a 6 sessões. As sessões serão prescritas de acordo com a avaliação médica, que irá observar o tipo de pele e a necessidade de cada paciente.

Quais são os possíveis efeitos adversos do peeling químico?

A realização do peeling químico está sujeita a complicações, que tendem a aumentar conforme a profundidade da penetração da substância na pele. As principais complicações são: eritema, hiper ou hipopigmentação, cicatriz, infecção, prurido e dor. Um eritema transitório sempre ocorre no pós-operatório devido a fatores como vasodilatação e afinamento da pele.